Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Meditação bíblica, domingo, 30 de setembro 2012

Comecei hoje o dia fazendo a oração da manhã com Gianni Novelli, amigo padre e coordenador do Centro interconfessional pela Paz em Roma. Lemos os textos propostos pela Igreja para o domingo de hoje. Algumas vezes, esses textos litúrgicos me parecem meio cortados e a própria escolha obedece a critérios com os quais nem sempre concordo. Mas, os de hoje, me parecem belos e profundos. Na primeira leitura, (Números 11), Moisés diz a Josué que não se pode ter ciúme de Deus. Quanto mais gente profetizar (receber o Espírito), melhor. Ninguém é dono de Deus. A segunda leitura da carta de Tiago tem um estilo apocalíptico e uma denúncia ou advertência aos ricos. A riqueza é um acúmulo que só dará problemas. O evangelho mostra palavras de Jesus que o evangelista Lucas (Lc 9, 31 ss) reuniu em um contexto da subida de Jesus para Jerusalém. Os dois que expulsavam demônios sem ser do grupo de Jesus retoma a mesma questão da primeira leitura. Quem faz o bem é aliado e pouco importa se é do nosso grupo ou não. As palavras sobre o escândalo e a ameaça de Jesus não devem nos dar uma imagem de Deus errada, um deus que castiga e joga as pessoas no inferno. Ele nos revela que de fato o importante é a vida e vale a pena entrar na vida, viver plenamente, seja como for, mesmo que seja renunciando a um olho ou uma mão. O importante é optar pela vida e pela vida plena. 

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com