Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Meus votos de Natal

                 Os votos de Feliz Natal podem ser comerciais e podem ser de amizade ou simples fraternidade humana. Muitos (a maioria)  são desejos genéricos. Coisas que se dizem por dizer e não saem do mais fundo do coração. Por outro lado, não basta desejarmos algo para que aquilo aconteça. 

                     Em um dia como hoje, de véspera de Natal, tenho a tentação de formular desejos incômodos e exigentes. Imaginemos que eu mandasse a alguém os seguintes votos de Natal: Que o Cristo que nasceu por amor provoque na sua vida uma náusea imensa, cada vez que você caminhar na direção de uma opção de vida egoísta e fechada em si mesmo/a. Que  a memória do presépio de Jesus tire o seu sono e lhe faça sentir-se mal em seu quarto bem protegido, enquanto você não lutar a favor do direito dos migrantes e refugiados. 

              Que a vida livre e doada de Jesus lhe faça sentir vergonha sempre que a sua carreira, os seus diplomas e sua posição social se tornarem ídolos em sua vida. 

Que os anjos que anunciam a paz tragam guerra à sua tranquilidade sonolenta, omissa diante dos sofrimentos causados pelo imperialismo norte-americano e europeu na Ásia, na África e responsável por tantos golpes de Estado em nossa América e mesmo no Brasil. 

Que os pastores que vigiam durante a noite "cuidando do seu rebanho" e esperando a aurora deem a vocês o sentido da história, a embriaguez da esperança ativa, a alegria da confiança em um futuro diferente. E lhes inspire o desejo profundo de ser mais simples e amorosos. 

Seja assim o seu feliz Natal!

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com