Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Momento bíblico, terça feira, 06 de dezembro 2011

Ontem, tive um bom encontro com Alaor Passos, sociólogo que foi do partido comunista e hoje é mestre espiritual especializado no método do eneagrama. O eneagrama é um meio que os orientais antigos inventaram para ajudar as pessoas a se conhecerem melhor e assim poderem trabalhar-se interiormente e progredirem sempre mais espiritualmente. Chama-se eneagrama porque eles vêem a humanidade como que dividida ou classificada em nove diferentes modos de ser ou nove tipos que se equilibram e se apoiam ou se contrapõem. É interessante porque muitas escolas ou tradições espirituais vêem essas diferenças. A  astrologia fala em signos do horóscopo, o Candomblé fala em diferentes Orixás dos quais as pessoas são filhos ou filhas, a espiritualidade chinesa diz que cada pessoa é predominantemente madeira, ou metal ou água ou terra... E assim por diante. É como se a energia divina em nós nos respeitasse tanto que tomasse em nós a nossa forma própria de forma que é Deus em nós, mas se torna cada vez mais nós mesmos. 

O que tiro de tudo isso é a responsabilidade que temos de procurar  conhecer a nós mesmos cada vez mais, de me assumir como eu sou e tentar superar as tantas ilusões que temos sobre isso para poder receber melhor e viver essa graça divina em nós.

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com