Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

​O mais profundo aniversário

Hoje completo 42 anos de ordenação presbiteral. Desde 24 de outubro de 1969, sou padre. Lembro-me bem de quando, nos anos 80, quisemos, uma vez, celebrar os 25 anos de padre de nosso querido profeta Pedro Casaldáliga, ele não aceitou e nos disse: "Só aceito, se cada um de vocês se comprometer a celebrar o aniversário de seu batismo. E se vocês celebrarem o aniversário do meu batismo que é muito mais importante do que a minha ordenação de padre". Aprendi muito com isso e hoje vivo essa consciência. Sou padre porque sou batizado e tenho com todos os meus irmãos e irmãs batizados essa missão de sermos sacerdotes de Deus, instrumentos da presença divina, embaixadores do seu amor neste mundo. Sim, o fato de ser presbítero me dá uma missão particular e própria, mas como animador da fé, confirmador do caminho comum dos irmãos  e justamente para valorizar e realçar esse sacerdócio comum do batismo. 

Desde 1969, vivi muitas etapas diferentes no modo de compreender e viver o ministério. Em alguns momentos, sofri bastante para me manter fiel ao caminho, tive muitas tentações. O que posso dizer é que a graça divina tem me fortalecido nos momentos mais duros. Hoje, compreendo o ministério de uma forma bem diversa do que o compreendia nos primeiros tempos, o vivo de outro modo, mas continuo na busca e posso dizer que sou feliz em viver essa missão. 

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com