Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

A dor de hoje

Como todos os dias, nesta madrugada, acordei pelas cinco e meia. Fui caminhar por entre as granjas de Aldeia e, apesar de que o sol estava brilhando e o dia muito claro, senti como se a natureza toda estivesse triste. Não sabia por que. Ao voltar, orei os salmos da manhã e, como sempre faço, entrei na internet para ver as mensagens que me chegam. Ali havia a comunicação do CIMI sobre o massacre que o povo Kaiowá Guarani de Amambaí, MS, sofreu ontem: 42 pistoleiros armados e mascarados invadiram o acampamento dos índios e executaram o cacique Nísio Gomes (59 anos), ameaçaram a todos e se retiraram. Como sei como esse povo já tem sofrido e como é frágil diante de tantos ataques, sofro e choro com eles mais esse martírio. E choro literalmente diante da impotência em que nos sentimos diante desse clima de faroeste americano que ainda persiste em nosso país, principalmente no campo. Até quando???????????

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com