Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

A revelação do amor como chamado

                      Nesse 3o domingo do tempo comum (ano B), o evangelho lido nas Igrejas reproduz o começo da missão de Jesus e o modo como ele chama os primeiros discípulos (Mc, 1 , 14- 20). É um evangelho síntese. Ele resume o que Jesus anunciou e resume como chamou e para que chamou os discípulos. Depois que João (Batista) foi preso, Jesus foi para a Galileia. Só aí já vemos a profecia viva. João é preso na Galileia. Jesus vai para lá e sua atuação é mais revolucionária ainda do que a de João. O que ele diz é: O tempo de realizar o projeto divino chegou. Acreditem nisso. Mudem de vida e entrem nesse caminho de mudanças. Seria como se hoje ele dissesse: A injustiça brasileira pode condenar e até prender Lula e intensificar assim o teatro de horrores que tem feito (mostrar o ex-governador do Rio acorrentado, etc) para contentar os sedentos de sangue e de ódio. No lugar disso nos desanimar ou nos deixar sem saber o que fazer, essa iniquidade nos mobiliza e nos faz descobrir que o tempo novo do projeto divino está chegando. Claro que o evangelho é muito mais amplo e transcendente do que um momento histórico que estamos vivendo, mas ele se manifesta e se insere nesse momento e pede de nós lucidez e determinação. Jesus foi para a Galileia, a parte mais pobre e discriminada do pais. Nós vamos para as ruas e as praças... E vamos com a certeza de que Deus está em nós e conosco.... Do 14o Encontro intereclesial de Cebs que começará em Londrina na 3a feira, 23, estarei junto com os companheiros e companheiras lá em vigília e junto com o Brasil inteiro nesse grito por justiça e por direitos humanos de Lula e de todos nós... 

                      Para a cultura do evangelho, o mar é a morada dos demônios, porque é do mar que vêm os navios dos conquistadores que ameaçam a liberdade do povo. Pois é justamente na beira do mar e nesse ambiente do outro lado que Jesus chama seus primeiros discípulos. Chama-os para segui-los. Na Bíblia judaica, seguir é um termo usado para a noiva no casamento. A noiva segue o noivo. É um caminhar de aliança nupcial. Jesus chama um grupo para viver essa intensidade de relação de amor com ele e com o reino que ele traz para nós. E quem recebe esse chamado é marcado para sempre e não consegue viver como se ele não tivesse existido... Muito além de uma cultura religiosa, muito além de convicções que nos fazem lutar pelo que lutamos, o segredo mesmo de que sadios ou doentes, felizes ou insatisfeitos, seja como for, somos visceralmente movidos por esse anúncio de Jesus é o chamado que recebemos. É o chamado que nos dá a certeza de que o mundo tem sim remédio, de que a história tem futuro e o nosso país pode de novo viver sem medo de ser feliz.... O que os evangelhos sinóticos chamam "seguir Jesus" , João prefere dizer: permanecer nele. Nós cremos que permanecemos nele quando permanecemos no amor solidário e nos entregamos a essa tarefa de transformar esse mundo para que esse direito de cidadania de todos e todas possa ser vivido a partir do amor.... Aí sim estamos seguindo Jesus, como alguém que ama o outro e o segue. É nessa missão que permanecemos nele. 

                    

                      

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com