Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

A solidariedade no trabalho teológico

Após quase 24 horas de viagem, cheguei ao Recife, cansado, gripado, mas contente com a viagem feita. Hoje à noite, na casa de um amigo (Zildo Rocha), tenho um encontro com Andres Torres Queiruga, um teólogo espanhol que hoje é dos mais importantes teólogos do mundo no trabalho do diálogo com as outras religiões e na convivência mais humildade da nossa fé com as outras experiências espirituais. Temos amigos em comum e fico feliz em poder me encontrar com ele hoje. Ele tem vários livros editados em português pelas Paulinas e Paulus (Recuperar a Criação, Recuperar a salvação, Um Cristianismo para esta época, Diálogo inter-religioso, etc). . Nestes contatos, penso duas coisas: a primeira: como seria importante conseguirmos trabalhar mais juntos e aprendendo mais uns com os outros. Além disso, como, de vez em quando,o Vaticano continua a pressionar e a perseguir teólogos que ousam ser mais independentes, seria muito útil nos juntarmos mais e assumirmos mais uns o escrito dos outros, de tal forma que ao atacar um, todos se sentissem atacados. De fato, em uma Associação como a ASETT (associação ecumênica de teólogos/as do terceiro mundo), as pesquisas são combinadas juntos e os escritos mesmo assinados por um poderiam ser mais assumidos por todos. Afinal como falarmos efetivamente de Deus e da fé se nem aprendermos a ser solidários com nossos próprios companheiros e companheiras?  

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com