Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Conversa inicial - 04 de janeiro 2012

Estou relendo um livro do Edgar Morin que tem como coautora Anne Brigitte Kern e cuja tradução em português se chama "Terra Pátria"B (Ed. Sulina, Porto Alegre, 3a ed. em 2002). Em um estilo simples, quase jornalístico, o livro nos relembra a história da formação geológica do nosso planeta e como surgiu a vida e as principais teorias de como e por que apareceu a vida. Mostra como o ser humano é o mesmo no mundo inteiro e como surgiu da terra e com elementos que só se encontram na poeira dos astros. A vida é um fenômeno que até aqui só se encontrou no planeta terra, mas é solidária de todo o universo. Gosto de reler essa síntese de uma ciência que admiro mas conheço pouco. Olhem esse texto belíssimo e esclarecedor: "Foi por termos interrogado devidamente o céu que podemos nos enraizar na terra. Foi por termos interrogado a terra que podemos nela enraizar a vida. For por termos interrogado a vida que podemos nos enraizar nela (...) A humanidade é uma entidade planetária e biosférica" (pp 62- 63). Esse mistério que meu irmão Leonardo Boff chama de "comunidade da vida" é para mim sinal e manifestação do amor divino. 

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com