Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Conversa inicial, 22 de setembro 2011

A marcha pela paz

Nesta quinta-feira, continuo percorrendo o norte da Itália. Ontem estive em Pontedera, perto de Pisa, a cidade da torre inclinada. Ali tem uma sede importante da "Mesa aberta sobre a Paz", uma entidade que reúne diversos grupos interessados em aprofundar o tema da paz e justiça no mundo. Foi na sede dessa organização que ontem à noite falei sobre espiritualidade ecológica. Fiquei contente porque encontrei ali gente de mais idade, mas também muitos jovens de 20 anos, interessados e comprometidos com esse assunto. 

 Hoje estarei em Ancona, cidade que fica do outro lado da Itália, perto do mar Adriático. Entretanto, enquanto estou aqui animando os italianos para assumirem uma espiritualidade ecológica (é o tema do meu livro que lançaram aqui), em Salvador, nesta madrugada, a comunidade do Opô Afonjá celebrou a festa das Águas de Oxalá. Uma vez participei dessa festa belíssima que certa forma anuncia a chegada da primavera e a renovação da vida. Aqui na Itália, muitos movimentos populares e comunidades preparam para domingo a Marcha pela Paz e pela Justiça. Milhares de pessoas fazem a pé o percurso entre Perúgia e a Assis de São Francisco (25 km) para manifestar que querem uma política mais democrática e uma sociedade mais justa e pacífica. Se eu pudesse, iria junto com eles. Mas, de onde estivermos poderemos nos unir a essa marcha da humanidade inteira por um novo mundo possível.    

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com