Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Conversa, terça feira, 29 de março 2016

 O que significa viver uma vida pascal? Se Páscoa quer dizer "passo", uma vida pascal significa o que os cristãos antigos chamaram de "caminhada". De fato, quando, em 1977, eu e os irmãos com os quais vivia, chegamos a Goiás, as pessoas se encontravam  e perguntavam: "Você é da caminhada?". Ser da caminhada era pertencer à Igreja inserida no meio do povo que lutava junto com os lavradores por sua terra e com todos por sua libertação. Era o que, em teologia, podíamos chamar de "mística do reino".     A partir dos anos 90, isso foi muito diminuído nas Igrejas e parece que a maioria dos cristãos voltou a ter dificuldade de unir a sua fé com a luta para trazer a esse mundo a justiça do reino.

Estou lendo e estudando nesses dias o livro do padre Michael Crosby sobre as bem-aventuranças. Não existe em português e consegui a tradução italiana. Mas, ele se detém longamente em explicar cada uma das bem-aventuranças do evangelho de Mateus de modo muito profundo e histórico. Estou aprendendo muito e enquanto coordeno o retiro das irmãs aqui no México, (o retiro tem outro assunto e outra metodologia), mas estou eu mesmo meditando e aprofundando esse tema.

Na conferência dos bispos latino-americanos em Medellín (1968), eles definiram uma Igreja pascal da seguinte maneira: "Uma Igreja pobre e que aceite se despojar dos meios de poder (não adianta ser pobre e ter poder), uma Igreja que sempre aceite evoluir, caminhar (páscoa= passagem) e se coloque a serviço do povo como libertadora de toda a humanidade e de cada pessoa por inteiro" (Documento 5, n. 15).

Procuro refazer na minha vida essa opção, mas preciso de todos vocês para discernir sempre como praticar isso no dia a dia.

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com