Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Iemanjá e a apresentação de Jesus

"Dia dois de fevereiro, dia de festa no mar. Eu quero ser o primeiro a saudar Iemanjá...". Essa canção clássica de Dorival Caymmi nos recorda que hoje é festa de Iemanjá. Nas Igrejas antigas, festa da apresentação de Jesus. Aos 40 dias de nascido, ele se insere na cultura do seu povo e revela que Deus quer fazer parte de nossas festas e de nossas brincadeiras. Um casal de velhos profetiza que por causa dessa sua missão, ele irá ser sinal de contradição. 

Hoje vivemos um mundo no qual a contradição do evangelho nos faz ter de sempre discernir onde está o Amor Divino e onde está uma imagem de deus que é o ídolo do mercado e do sistema do mundo. Iemanjá é a imagem afrodescendente de Deus como Mãe cuidando de nós a partir das águas do útero do universo. 

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com