Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Outros Textos

Um ponto que tem levantado muita controvérsia sobre o Sínodo da Amazônia é que o documento de trabalho propõe que a Igreja escute e valorize as tradições culturais e religiosas dos povos originários e isso é considerado idólatra e demoníaco pelos católicos e evangélicos fundamentalistas. É importante compreender essa mudança importante na perspectiva da missão. Ler mais
Muita gente se espanta e pergunta como é possível que tantos grupos de Igrejas, sejam católicos, sejam evangélicos, sejam pentecostais, possam apoiar a extrema direita, optar por projetos de violência e namorar o Fascismo. Tento responder a isso. Ler mais
Por onde passa, a peça teatral "O evangelho segundo Jesus, rainha do céu" provoca reações contrárias e violentas de grupos cristãos tradicionalistas. É importante se perguntar de que lado está a fé e como Deus se coloca nessa questão. Ler mais
Para quem tem fé, a greve geral convocada para essa sexta-feira recorda que, na Bíblia, a aliança de Deus com o seu povo tem como centro a celebração do sábado que significa libertação e parada do trabalho. Ler mais
Para quem tem fé, a greve geral convocada para essa sexta-feira recorda que, na Bíblia, a aliança de Deus com o seu povo tem como centro a celebração do sábado que significa libertação e parada do trabalho. Ler mais
A filosofia nos ensinava que o "bom filósofo sabe distinguir". Na Teologia o discernimento é um dom do Espírito Santo. Porém, discernir não é apenas um ato racional como quer a filosofia, mas buscar com reta intenção e reto coração o que é justo e bom. Então, vamos a alguns discernimentos para o momento atual brasileiro: Ler mais
Esta noite é a noite da vigília que é a mãe de todas as vigílias da Igreja. Nós temos de fazer vigília, nesta noite, irmãos, porque, por nossa forma de viver, nós éramos trevas, éramos noite. Hoje, somos luz no Senhor. Ler mais

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com