Blog Aqui vamos conversar, refletir e de certa forma conviver.

Meditação Bíblica

Nesse 6o domingo do Ano A, o evangelho (Mateus 5, 17- 37) nos chama a superar a religião da lei e ir além das instituições para nos situar no amor do projeto divino que sempre parte do outro, especialmente do mais pobre e da comunhão com a natureza. Ler mais
Neste domingo, a festa da Apresentação de Jesus (02 de fevereiro) é ocasião para aguçarmos os olhos, os ouvidos e a nossa sensibilidade para a profecia que Deus faz surgir em nossas vidas e em torno de nós. Ler mais
Nesse domingo, a Igreja Católica no Brasil celebra a Imaculada Conceição da Virgem Maria e as outras Igrejas históricas celebram o segundo domingo do Advento. Publico aqui duas meditações, uma sobre a Imaculada Conceiçao e a outra sobre o evangelho do Advento. Ler mais
Nesse 1o Domingo do Advento (ano A), começamos a ler, cada domingo, o evangelho de Mateus, mas começamos pelo final do último discurso de Jesus nesse evangelho. É importante descobrir o que isso nos diz para a realidade de hoje. Ler mais
Nesse último domingo do tempo comum, a Igreja Católica celebra a festa de Cristo rei, resquício requentado dos tempos de Cristandade. Os evangelhos mostram que o reino é o projeto de uma sociedade nova sem reis nem dominadores. Ler mais
Nesse 33o domingo comum do ano, mais uma vez, Dia mundial dos Pobres, como o papa Francisco propõe, o evangelho (Lucas 21, 5- 19) nos pede a superação de uma religião cultual e baseada no poder hierárquico. Ler mais
O evangelho desse 31o domingo do ano C traz o único contato que o evangelho conta de Jesus com os sacerdotes do templo. E esse debate é sobre a ressurreição e a utopia do reino de Deus. Ler mais
Nesse 30o domingo do ano C, o evangelho (Lucas 18, 9- 14) nos traz a parábola do fariseu e do publicano. Precisamos compreendê-la como a defesa que Jesus faz da graça divina. Ler mais

Marcelo Barros

Camaragibe, Pernambuco, Brazil

Sou monge beneditino, chamado a trabalhar pela unidade das Igrejas e das tradições religiosas. Adoro os movimentos populares e especialmente o MST. Gosto de escrever e de me comunicar.

Informações

contato@marcelobarros.com